BLOGANDO” de forma eficiente



Saudações terráqueos!


Vamos falar um pouco sobre comunicação.

Sim, eu sei que não existe um verbo “BLOGAR”, mas esse é exatamente o ponto. Vocês me compreenderam e sabem que estou tentado dizer algo relacionado à forma de escrever em um blog.

A chave é saber identificar para quem está escrevendo e não fazer força para que todas as pessoas possam entender tudo o que escreve.


Por exemplo, se a ideia é ter um BLOG para falar sobre jogos eletrônicos, primeiro que você raramente vai usar esse termo “jogos eletrônicos” e sim “games”. Depois, seu público-alvo não vão ser pessoas do ramo jurídico ou linguistas, de forma que você precisará usar uma linguagem mais informal, com muitas notações que somente seu público está acostumado.

Obviamente que não estou dizendo aqui para assassinar a língua portuguesa e escrever errado, mas também não precisa procurar no dicionários e acabar trocando o “por favor” por “obséquio”.

Outra dica valiosa é para os que fazem análise sobre algum coisa.

Vamos utilizar o exemplo de smartphones e você quer apresentar o produto para falar sobre suas impressões, quando for falar do produto em si não esqueça de informar de onde você tirou os dados, para dar credibilidade no que fala, então poderia colocar algo como: No site da fabricante está descrito que o aparelho tem…

Em resumo, dependendo do seu público, informações concretas dão maior credibilidade no seu BLOG.

Cuidado ao usar imagens.

Elas são fundamentais, pois ajudam a quebrar um pouco a atenção da leitura e aumenta o tempo de permanência do visitante na página, mas atente para direitos autorais, identificação de pessoas e qualidade.

Hoje existem muito outros sites que vendem fotos caso necessite usar algo muito específico e nesses casos não esqueça de dar o crédito da foto no texto.

São 3 dicas que você pode por em prática e nunca saem de moda e como pôde ver, nosso público é formada de pessoas que querem fazer bem feito de forma prática e fácil, assim como o painel do PHOBOS Engine.


Até a próxima.


Compartilhe este post